Pular para o conteúdo
Home > Bolsonaro promete novo aumento do Auxílio Brasil de R$ 600 para R$ 800; entenda

Bolsonaro promete novo aumento do Auxílio Brasil de R$ 600 para R$ 800; entenda

  • por

Auxílio Brasil – Em programa eleitoral veiculado nesta quinta-feira, 8 de setembro, no rádio e na TV, a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) prometeu um incremento de R$ 200 no Auxílio Brasil para quem arrumar emprego, levando o benefício de R$ 600 para R$ 800.

Atualmente, a regra da emancipação — quando algum membro consegue um emprego formal — prevê que a pessoa poderá continuar recebendo o benefício se a renda familiar não ultrapassar R$ 525 por mês.

Na propaganda, o locutor diz que os mais de 20 milhões de brasileiros que recebem o Auxílio Brasil poderão acumular o benefício e o salário do emprego.

“Quando Bolsonaro dá R$ 200 a mais, ele incentiva o trabalho. Isso é o oposto do que o PT fazia”,

diz o vídeo, citando o antigo Bolsa Família.

O programa social criado na gestão petista previa um período de permanência de dois anos para quem passasse a ter um emprego, além da regra de que a renda familiar per capita não ultrapassasse meio salário mínimo.

A propaganda do candidato do PL ainda afirma que a medida representa a diferença entre “dar o peixe e ensinar a pescar”.

Procurada, a equipe de campanha disse ainda não ter detalhes sobre estimativa de impacto da medida. Já o Ministério da Economia respondeu que não irá comentar.

O benefício complementar de R$ 200 no Auxílio Brasil foi aprovado por uma proposta de Emenda à Constituição (PEC) às vésperas da eleição. Pago desde agosto, o benefício turbinado deverá ser depositado até dezembro deste ano.

Auxílio Brasil em 2023


O Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023 do Ministério da Economia prevê o pagamento de R$ 405 mensais pelo Auxílio Brasil para 21,6 milhões famílias, quase R$ 200 abaixo do valor destinado atualmente para os beneficiários.

A proposta, no entanto, indica a intenção do governo federal de manter o pagamento de R$ 600 no próximo ano. No texto, a pasta chefiada por Paulo Guedes afirma que “reconhece a relevância da referida política pública e a importância da continuidade daquele incremento para as famílias atendidas pelo programa”.

De acordo com a gestão bolsonarista, haverá “esforços em busca de soluções jurídicas e de medidas orçamentárias que permitam a manutenção do referido valor [R$ 600]”.

Auxílio Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.